Ricardo Nakamura conquista o título do Main Event do BSOP São Paulo

Ricardo Nakamura

Embora não seja um jogador profissional, Ricardo Nakamura é reconhecido como um dos competidores mais consistentes no maior circuito de poker da América Latina. Com um currículo impressionante que inclui mais de 25 pódios e 11 títulos, este jogador recreativo acrescentou mais uma conquista notável à sua lista: o Main Event do BSOP, seu 12º título.

Esta foi a terceira vez que o médico de Londrina chegou à mesa final do Main Event do Campeonato Brasileiro de Poker. Ao emergir como vencedor em uma disputa que atraiu 1.278 participantes, Nakamura garantiu um prêmio de R$ 550.000. "Esse é o maior de todos, é muito especial. Nunca tinha ganhado um prêmio tão grande, é indescritível essa sensação", comemorou o campeão.

História de Ricardo

A história de Ricardo Nakamura se torna ainda mais impressionante quando consideramos os detalhes. Diferentemente da maioria dos jogadores que pagaram o buy-in de R$ 4.000, o vencedor garantiu sua entrada no torneio através de um satélite no PokerStars, desembolsando apenas US$ 55. "Foi a única entrada que eu dei para o torneio, e isso torna a vitória ainda mais especial", compartilhou Nakamura.

Apesar de sua vasta experiência, Nakamura admitiu que a emoção antes do início da decisão era intensa. "Eu estava bastante nervoso, a adrenalina não me permitiu dormir direito. Devo ter dormido apenas umas duas ou três horas esta noite. Estava bem cansado e tive que tomar vários cafés para me manter alerta. Mas o Main Event é algo especial, é o maior torneio, especialmente aqui em São Paulo. Por isso, a adrenalina estava à flor da pele", revelou o campeão.

O vencedor já participou do ranking em duas ocasiões, tendo alcançado o segundo lugar na temporada de 2019. Quando questionado se sua vitória influenciaria sua participação no ranking, ele respondeu com determinação. "Com esta vitória, definitivamente pretendo competir no ranking, já estou na liderança, mas não pretendo jogar em múltiplas mesas, vou optar por participar de poucos torneios, pois essa estratégia não se adequa ao meu estilo".

De maneira curiosa, o finalista tinha um voo agendado para as 21h45 (horário de Brasília). O jogador brincou sobre a possibilidade de perder o voo. "Acho que foi até bom perder este voo, não me importo muito com isso", disse ele de forma descontraída.

A jornada na grande decisão foi marcada por consistência. Iniciando com o segundo maior montante de fichas, Nakamura não experimentou grandes flutuações em sua pilha de fichas e permaneceu constantemente entre os líderes em fichas. "Minha estratégia era simples: evitar movimentos excessivos para não ser explorado pelo líder em fichas. Mantive uma postura bastante conservadora e joguei apenas quando via valor real. Houve momentos em que minha pilha de fichas diminuiu, mas mantive a calma e, no final, tudo deu certo", explicou Nakamura.

Momentos antes

Minutos antes do último intervalo do torneio, quando restavam apenas três competidores, Nakamura triunfou em um all in contra Neto Ribeiro, abrindo uma considerável vantagem sobre seus últimos oponentes. Após o retorno do intervalo, levou menos de 25 minutos para consolidar sua vitória.

O momento crucial ocorreu de forma impressionante, com Nakamura emergindo vitorioso em um all in triplo. Com os blinds fixados em 300.000/600.000 com um ante considerável, Neto Ribeiro foi all in a partir do botão com 6.100.000 fichas, seguido por Leonardo Alves, que também colocou todas as suas fichas na mesa, totalizando 13.100.000. Quando a decisão chegou ao chip leader, Nakamura solicitou uma contagem das fichas dos dois oponentes e optou por pagar.

No momento do showdown, o líder em fichas revelou AQ contra AK do short stack e KJ de Leonardo. O flop não alterou a situação, já que as três primeiras cartas foram 534, de naipes diferentes. No entanto, o turn revelou um Q, dando a vantagem definitiva a Ricardo Nakamura. O river trouxe um 7, confirmando sua vitória.

"Quero dedicar esta conquista à minha família, que sempre me apoiou, muitas vezes viajando comigo, e quando não podem estar presentes, estão sempre me apoiando. Também gostaria de dedicar isso ao João Bauer, meu coach de hoje, que me ajudou muito e com quem tive conversas importantes", expressou Nakamura, emocionado.

PosiçãoJogadorPrêmio
1Ricardo NakamuraR$ 550.000
2Leonardo AlvesR$ 315.000
3Neto RibeiroR$ 220.000
4Alan KarasR$ 162.000
5Fábio GonçalvesR$ 127.000
6Thiago DiasR$ 95.000
7Edgar MurilloR$ 73.000
8Gustavo LopesR$ 51.000
9Renato RoizenblitR$ 40.000
Avaliar o material
- material excelente
- material ótimo
- material bom
- material ruim
- material horrível
Tenho trabalhado para trazer o melhor conteúdo para vocês!
Sem comentários
Você será o primeiro a deixar um comentário
Usuários não registrados não podem deixar comentários.
Por favor, usuário ou cadastre-se.