A PartyPoker banirá todos os "materiais estratégicos" a partir de 1º de fevereiro

PartyPoker 2021

A PartyPoker é conhecida por fazer o seu melhor para melhorar a ecologia do pôquer ao proibir o uso de software auxiliar, o que, por sua vez, atrai jogadores recreativos.

Agora já se sabe que os representantes da PartyPoker decidiram apertar ainda mais essa restrição. A partir de 1º de fevereiro, a PartyPoker começará a banir qualquer "material estratégico" (usado durante o jogo na sala) que possa ajudar os jogadores a ganhar mãos.

Leia também: Série 50/50 na PokerStars: 50 torneios com buy-ins de $50

A PartyPoker já enviou e-mails aos seus jogadores com uma notificação avisando da proibição de tais materiais. No e-mail, a PartyPoker não explicou o que é "material estratégico", mas você pode encontrar uma redação clara deste termo no site oficial da sala:

«Material estratégico é qualquer forma de material externo que pode ser consultado durante o jogo e que fornece orientação, instruções ou recomendações. Um jogador não seria capaz de replicar este nível de jogabilidade sem o material à sua frente ».

Os representantes da PartyPoker enfatizaram que tais materiais incluem tabelas de pôquer ou informações que não estão disponíveis nas seções "MyGame" e "MyGame Whizz". Ou seja, a partir de 1º de fevereiro, qualquer software de pôquer será banido da PartyPoker, exceto o PartyCaption. Se o serviço de segurança da sala de pôquer detectar violações, eles podem bloquear a sua conta e confiscar seus fundos. É até proibido criar atalhos deste software em seu desktop.

O problema em usar "MyGame" e "MyGame Whiz" é que eles fornecem apenas estatísticas básicas. Além disso, essas seções não podem ser abertas durante uma sessão de jogo.

Avaliar o material:
- material excelente
- material ótimo
- material bom
- material ruim
- material horrível